segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

Reinauguração - Uma rodada de cappuccino para todos!

E foi assim, findei o ano de 2010 sem postar absolutamente nada aqui, sem agradecimentos por quem me acompanha, sem planos para novas postagens, sem nada. Estive bem, afinal estou de férias e planejei escrever e ler o quanto aguentasse, mas.. nem sempre nossa mente consegue comandar nosso corpo, nas verdade foi isso, permaneci até agora num período em que nada me vinha a mente, nada de frases ou versos, apenas um grande ponto final. Os escritores de verdade chamam isso de HIATO, o período em que, por mais que queiram, não conseguem escrever nada, mas eu, como não sou escritora, chamo isso de... não sei do que chamo, apenas obedeci minha mente, permaneci quieta com as palavras. 

Minhas férias ainda continuam, mas logo hoje resolvi quebrar a madrugada silenciosa da minha mente, mas não encontrei rastros que me guiassem por algum rumo, digo, não achei um assunto certo para falar. Então, resolvi me explicar - a questão é: Me explicar para quem? - afinal, nunca tive a certeza de que existe alguém que já leu TODAS as minhas postagens e, ficou a espera da postagem que fecharia 2010 e desejaria um bom início de ano para todos. Sei que nos tempos de hoje é difícil acompanhar coisas, confesso que atualmente as únicas que acompanho são:  Meu seriado favorito The Big Bang Theory e o site Vagalume Rosa que lança filmes para baixar diariamente, não me lembro ao certo dos restantes, acho que é só. Mas, para falar a verdade, gostaria que existisse alguém lá do outro lado do país que acompanhasse todos os meus textos e cobrasse sempre que eu resolvesse fugir desse Mundo Mudo.

Não vou deixar de frisar que mesmo distante estive bastante perto, afinal, não passou uma só semana em que não entrei nessa conta a procurar por comentários, olhar minhas estatísticas de visitas e ler as atualizações dos blogs que sigo. Pois é, não abandonei, me senti abandona de ideias, um incomodo que sempre puxava meus cabelos para lembrar que alguns de meus planos não estavam dando certo. E para piorar a situação eu ainda tenho um outro blog pelo wordpress, que por sinal também está 'abandonado' - não é nada parecido com esse, é voltado para história da arte - para quem quiser dar uma olhadinha nele,  Blog Análise e Crítica. Mas não estou estou em casa apenas olhando pro teto (tá, as vezes me pego olhando pro teto),  peguei alguns livros da biblioteca, juntei alguns que tenho e determinei uma pilha deles que irei ler até o fim das férias. Mas isso não me bastou, me refugiei no que mais gosto de fazer: assistir filmes e curtas, já vi um milhão deles, e quando me dei conta estava vendo quase dois filmes por dia.

Como se não bastasse o tédio foi e é meu amigo para todas as horas, alguns dias quando me encontrava sozinha em casa e não tinha nada para fazer me dava vontade de sair correndo pela porta e só voltar a noite -   mas essa vontade dura pouco - Além do tédio encontrei um novo companheiro, o site Filmow, onde listo filmes que já vi, quero ver e os meus favoritos, e o melhor de tudo, é possível fazer resenhas e críticas sobre os filmes, seriados ou curtas que já foram vistos, além de fazer amizades com pessoas e receber indicações de novos filmes, é uma espécie de rede social que preza sua filmografia, meu perfil é esse  Filmow Magalli Lima. Bom, ao ler esse último parágrafo é de se imaginar que sou uma anti-social que não tem ninguém por perto, mas não é verdade, o problema é que meus amigos estão dispersos pelas viagens de verão, e os bons e poucos que ficaram possuem planos que deram certo, como por exemplo emprego.

Sim, já deu pra perceber que sou uma pessoa que planeja muitas coisas, senão quase tudo, planejei aprimorar minhas leituras, forma de escrever, interpretação, arrumar um estágio e juntar o dinheiro para ir ao Rock In Rio. E odeio admitir, mas quase tudo está dando errado, a começar pelo meus APRIMORAMENTOS que não estão rendendo, depois porque procuro emprego e não acho, e o que é ainda pior, desenvolvi uma enorme antipatia por entrevistas de emprego (não gosto de me sentar do lado da mesa em que perguntas virão de forma a me desqualificar a qualquer custo, por mais que  seja a 'lei' do capitalismo -  não me senti bem ) preciso fazer alguma coisa para mudar isso, imediatamente. E obviamente, sem emprego não há Rock In Rio, e sem ele não há a possibilidade de assistir ao vivo uma de minhas bandas favoritas tocar, Red Hot Chili Peppers.

Ah, mas quem sou eu para culpar essas férias, também prefiro não me culpar, culpo o meio - e sabe-se lá quem é o MEIO! - Na verdade, procuro o defeito das férias para não admitir que o que realmente gosto é do desgaste de uma rotina, sem ela fico assim, amolecida, acomodada, engordando e  assistindo a muitos filmes (isso para não citar as horas que fico atualizando e atualizando meu Twitter). Acho que quando tudo voltar ao normal eu também voltarei, então, aguardem melhores capítulos para esse 2011.

PS: Fiz um novo Layout, sei que está meio fliperama, mas por enquanto ele ficará aqui, precisava de algo novo pra ele nesse ano.


Acabamos com o lêro-lêro , então vamos ao cappuccino!



Um comentário: