quinta-feira, 22 de julho de 2010

Esboço musical


Porque a música é a principal fonte de minha inspiração em dedicar poucos minutos a este blog.
É por ela que tenho esta visão, da vida, do Mundo, da minha pequena caverna.
Neste momento escrevo ao som de cordas, timbres, acordes, vozes.
É lírico, é intenso, enaltece, limpa e suja a alma.
É a música que divide os grupos, seus seguidores, os amantes.

Quase nunca é fácil escrever coisas bonitas, construtivas e tocantes, não importa, é difícil escrever, "criptografar" musicalmente.
Algo bonito sempre surge quando estamos impossibilitados de pegar uma caneta e marcar no papel. Foge rápido da mente para quem não nasceu com o dom. E sim, existe o dom!

Um bom violão ao fundo de uma bela voz pode relembrar momentos felizes,
abrilhantar um encontro,
enobrecer uma leitura,
acalentar um coração solitário, ou entristecê-lo.


E a voz que nos passa isso sempre será a voz valente que soltou o som necessário para a sobrevivência da música que cativa o espírito;
Bela música, palavras unidas, timbres, versos, rimas, guitarras, peso, microfonia.
E se eu fosse um deles, seria tudo diferente...

sexta-feira, 16 de julho de 2010

Quem quer ser um milionário (de inteligência) ?


Falar de política hoje é sinônimo de "patriota". Em épocas de eleições surgem discursos nacionalistas de pessoas que só se arriscam a falar sobre o assunto quando as eleições estão próximas. A pessoa pode ter passado o ano inteiro falando sobre coisas bobas, irrelevantes ou inúteis, mas se em épocas de eleições ela escrever algo no twitter, blog, ou orkut que mencione o nome de algum político isso será o suficiente para ela se auto denominar o PATRIOTA, o preocupadinho com a vida política do Brasil.


Não importa o que você fale sobre política, na verdade, você nem precisa saber do que está falando, o importante é falar, apenas xingar o Lula, a Dilma, chamar a Marina de crente patética e o Serra de velho louco. Com esse discurso você DEVE exigir que te olhem como o intelectualzinho da turma, seu twitter será muito mais "inteligente", as pessoas irão te admirar e o seu orkut servirá para algo além de exibir as trocentas fotos que você coloca apenas para mostrar aos outros que você tem uma vida social extremamente saudável!


E se você além de querer essa inteligencia instantânea que as eleições nos trazem também quiser ser o contrariador da parada, então diga que ira votar no SERRA. É só você argumentar "inteligentemente" que o Lula é analfabeto e só soube fazer bolsas de assistencialismo aos pobres e que a Dilma fará a mesma coisa. Depois desse discurso diga que o Serra tem gradução e tudo, PRONTO, você além de inteligente será o FODÃO que realmente estuda sobre política.

Mas se você ainda não estiver satisfeito com TUDO ISSO, seja então o DEUS da política, o maioral e diga que você vai votar NULO porque todos os políticos são corruptos. Cara, depois disso você estará no patamar do Arnaldo Jabor, agora é só você mostrar que é moderninho e criar um vlog criticando tudo o que você vê pela frente, pode ter certeza que Montesquieu estará orgulhoso de você.


Bom, depois dessa postagem eu tenho CERTEZA que meu blog será um dos mais inteligentes do país, que as pessoas irão me olhar como a jovem que quer mudar o Mundo, e com certeza todos irão achar que eu saco muito de política. E para firmar minha inteligencia política é só eu escrever que: O Brasil só será um país melhor quando todos resolverem se CONSCIENTIZAR sobre a importancia da política. PRONTO, nem preciso dizer que sou aluna de jornalismo (porque quem faz jornalismo é intelectual).





Magalli Lima

sexta-feira, 2 de julho de 2010

...?

Ultimamente estou sendo chata, conversas longas, cafés intensos, tentar entender a psicologia humana, estudar fria e calculadamente as pessoas que me rodeiam. Ler blogs de pessoas que considero incríveis, ficar meia hora na página do twitter lendo as frases aleatórias que as pessoas escrevem, escrevem muito e não dizem nada.
Isso não era normal para mim, sempre minha idéias acumulavam e adquiriam personificação em forma de textos. Hoje nada mais são do que idéias acumuladas, emboladas, entupidas, esquecidas e perdidas nesse meio tempo em que fico quase duas horas dentro do transcol com um fone no ouvido, sendo egoísta o suficiente para não escutar a conversa alheia e me trancar no mundo das músicas que me agradam. Estou sendo mais EU do que nunca.