quarta-feira, 18 de março de 2009

Ter e Ser

Ter amigos,____________Ser mocinho
______________é
inimigo _______________ser vilão.




Ter alegria,____________Ser feliz
_____________é
pessimismo____________ser chato.




Ter bondade,__________Ser bobo alegre
_____________é
maldade _____________ser ruin.




Ter vontade,___________Ser perseverante
_____________é
acômodo______________ser preguiçoso.




Ter planos,____________Ser preparado
_____________é
impulsos_____________ser inconsequente.




Ter muito dinheiro,_____Ser inteligente
_____________é
o bolso vazio__________ser predestinado.



Ter ideias,___________Ser inovador
_____________é
padrões_____________ser conservador.




Ter sempre será ser

Ser sempre será ter.





Magalli Souza

domingo, 15 de março de 2009

Meu 2009





O que posso dizer das minhas expectativas para o longo ano de 2009?
Que será mais um ano de provas, estudos, informações
simulados, força de vontade, curso técnico, professores, pressão, mais provas, testes, horas e horas no ônibus, livros, redações, muito sono, pouco tempo pra tudo, muuuito cansaço, dicas, observações, mais provas, Enem, mais pressão, estudos em casa, desespero, insônia, concorrência, nervosismo, vontade de chorar, gritar e finalmente VESTIBULAR! (não acaba por ai).
Depois vem o resultado, as questões canceladas, o medo, a confiança e ao mesmo tempo insegurança, os comentários, os jornais e finalmente o tão esperado RESULTADO! (ainda não acaba por ai, tem a segunda etapa, que será o mesmo processo porém, com mais pressão).
E por incrível que pareça é isso que eu desejo para o meu ano de 2009, pois tudo será uma recompensa quando meu nome estiver estampado na lista de aprovados. E no final das contas tudo valerá a pena, eu tenho certeza.





Magalli Souza

segunda-feira, 9 de março de 2009

Marcantes






Foram ricos , pobres, alegres, tristes,
viveram, muitas vezes sofreram, assim como sofremos todos em vida.
Ajudaram, ensinaram, erraram, e todos os verbos possíveis puderam viver e sentir, pois foram célebres, capazes e completos no que se dedicaram.
Alguns foram mestres em vida, outros só reconhecidos após a morte, mas todos deixaram suas marcas em algum canto do Mundo.



Sempre com nomes fortes e marcantes, quase adivinhando que seriam bem falados e conhecidos:
Ludwig Van Beethoven; Wolfgang Amadeus Mozart; Kurt Donald Cobain; Vicent Van Gogh; Renato Manfredini Júnior; Ernesto Guevara de la Serna; Vinicius de Morais, Robert Nesta Bob Marley; Agatha Mary Clarissa Christie,; Joaquim Maria Machado de Assis...
Alemão, Aústriaco, Estadunidense, Holandês, Brasileiro, Argentino...A natureza não escolheu onde nasceriam algumas inspirações do mundo, apenas nasceram e tornaram seus dias ferramentas intensas para a lapidação de feitos marcantes para a história.




Seja no piano, nas composições, na pintura, na música, nas causas sociais ou na escrita, todos
estes encontraram um meio de se comunicar com muita gente. Sendo únicos e
humanos conquistaram patamares que muitos almejam ou já almejaram.
Passaram mensagens, ganharam seguidores (mesmo após a morte),
criticaram e foram criticados, viveram vidas esquisitas, muitas vezes dolorosas
ou alegres, mas foram essas vidas que abriram certos caminhos para muitos.





Conquistaram um belo lugar e morreram das mais variadas e curiosas formas, como se até a morte tivesse de ser diferente para eles.
No entanto, podem ter sido gênios, incríveis e extraordinários, mas não foram perfeitos e certos, pois foram humanos como todos os que erram, caem e perdem. Na verdade foram pessoas que vieram, viveram INTENSAMENTE e não deixaram a vida passar sem cravar uma marquinha nela. Mas ao contrário de muita gente, eles preferiram que essa "marquinha" fosse vista por todos.




São bem lembrados e reconhecidos, verdadeiras inspirações para muitos,
deixaram linhas escritas, e também uma legião de adimiradores.
Podem não ter sido pessoas merecedores de tanta fama,
mas sem dúvida se tornaram lendas inspiradoras
devido à capacidade de não temer
a vida e não lembrar da morte.





Magalli Souza

quarta-feira, 4 de março de 2009

A Musicalidade da Música




Modos __________ moldados e_________ medidos

Unicamente_______unindo____________ utopias

Silêncios_________ selecionados________surgem,

Inspirações_______ intrigantes__________interam

Coisas___________comuns____________completam-se

Amantes_________alternam___________amores.


Cantam quando sentem:

de algo ou alguém,
REzam quando querem algo ou alguém,
MIstificam pessoas para realizar desejos de algo ou alguém,
FAzem homenagens para agradar algo ou alguém,
SOLtam versos cantados para animar algo ou alguém,
crimejam palavras para alertar algo ou alguém,
SImulam quando é preciso mostrar a realidade para algo ou alguém!


Através da criatividade são capazes de revelar a vida...
Pintam Pianos,
Velejam em Violões,
Gritam Guitarras,
Criam Canções,
Vagam em Violinos,
Flertam em Flautas
esse é a vida do verdadeiro músico
sem Pentagramas e Pautas.



Magalli Souza

segunda-feira, 2 de março de 2009

Todo conhecimento é válido?


Procurar especializações profissionais está se tornando rotina em nossa vida, tudo porque o mercado de trabalho fica mais exigente e rigoroso a cada dia, e para conseguir uma inserção nesse meio tão disputado é preciso ter um diferencial, ser preparado e QUALIFICADO.


No entanto, é válido lembrar que nem todos os tipos de qualificações são benéficas. Hoje em meu primeiro dia de aula no curso técnico escutei de um professor,uma frase que realmente têm sentido: -Ter uma "pilha" de diplomas, das mais diversas áreas, não te tornará uma pessoa preparada para o mercado de trabalho.


Ser versátil é essencial para uma vida profissional estável, mais isso não quer dizer que é preciso ter um aprimoramento de todas as profissões possíveis. Ter um diferencial não se resume um conhecer tudo, mas sim o máximo da área em que se quer atuar, para exercer da melhor forma possível sua escolha e não ser um profissional frustrado, com muitas áreas e pouco conhecimento das mesmas.


Saber um pouco de tudo é bom, pois é dessa forma que descobrimos o que realmente queremos exercer, entretanto, ter conhecimento do que NÃO queremos ser é significativamente mais importante. É claro que sempre haverá indecisões, mas o relevante é que a construção do conhecimento é feita ao longo da vida e não em acúmulo de tarefas.


É perceptível que as escolhas profissionais interferem diretamente na vida pessoal de cada ser humano. Logo, ser decidido é o primeiro passo para alcançar o que o mercado de trabalho espera, o diferencial.



Magalli Souza